ENTRE FRONTEIRAS: JUVENTUDE, CRIME E RELAÇÕES DE AMIZADE NA PERIFERIA DE SÃO PAULO

Resumo

Este artigo tem por objetivo apresentar algumas dinâmicas de sociabilidade juvenil observadas na região sul da periferia da cidade de São Paulo. Investigam-se as relações sociais de um grupo de jovens que tem sua experiência social marcada pelo trânsito entre as fronteiras que delimitam os mundos da legalidade/ilegalidade, do lícito/ilícito. Através da abordagem etnográfica foi possível estabelecer categorias tipológicas apresentando algumas características desse grupo e suas dinâmicas de sociabilidade frente a essas esferas da vida social.

Biografia do Autor

Gilberto Geribola Moreno, Universidade de São Paulo Universidade Federal da Integração Latino Americana UNILA.
Doutor em educação - FE-USP. Pós doutorado em antropologia FFLCH-USP. Pesquisador do Núcleo de Antropologia Urbana da USP LabNAU. Professor substituto na Universidade Federal da Integração Latino Americana.
Publicado
2017-01-23
Seção
Artigos