China e EUA: a corrida tecnológica sob a perspectiva da EPC

  • Gina Viviane Mardones Loncomilla Universidade Estadual de Londrina
  • Guilherme Bernardi Universidade Estadual de Londrina

Resumo

As transformações no modo de produção capitalista e nos processos de trabalho durante as crises dos anos 1970 (a chamada reestruturação produtiva baseada no desenvolvimento das TICs) estão na base de uma série de discussões dentro do campo da EPC brasileira, como as desenvolvidas por César Bolaño e Ruy Sardinha Lopes. Naquele período, a China, então liderada por Deng Xiaoping, iniciava um processo de abertura e integração sistêmica. Por meio de uma pesquisa bibliográfica fundamentada na EPC, este trabalho pretende abordar a dinâmica chinesa e os desenvolvimentos que levarão à disputa geopolítica e tecnológica com os EUA. 

Biografia do Autor

Gina Viviane Mardones Loncomilla, Universidade Estadual de Londrina

Mestre em Comunicação pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Possui graduação em Jornalismo pela Unesp-Bauru. Atualmente compõe o quadro de docentes da Unopar/Arapongas, onde ministra disciplinas teóricas e práticas para o curso de Publicidade e Propaganda. Faz parte da diretoria adjunta do Sindicato dos Jornalistas Norte do paraná (Sindjor). Também é membra do grupo pesquisa: Comunicação, Economia Política e Sociedade (OBSCOM/CEPOS) e é integrante da bancada do podcast Jogando Dados sobre Economia Política da Comunicação. 

Guilherme Bernardi, Universidade Estadual de Londrina

Mestrando em Comunicação pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), onde também se graduou jornalista. É jornalista do Sindiprol/Aduel, seção sindical do Andes-SN, tesoureiro da Ulepicc-Brasil e produz o podcast Jogando Dados, sobre Economia Política da Comunicação (EPC).

Publicado
2021-08-26
Seção
DOSSIÊ TEMÁTICO