Governo eletrônico no Mercosul: o retrato segundo os portais federais de e-gov

  • José Antonio Martinuzzo Universidade Federal do Espírito Santo
Palavras-chave: governo eletrônico, Mercosul, internet

Resumo

Este artigo visa a identificar o perfil da interface digital dos governos eletrônicos dos países do Mercosul. Analisa as telas dos portais federais de Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. A partir do estudo de quatro categorias de conteúdo (informação, comunicação, serviço, participação/mobilização), avaliando níveis de interatividade, utilização de recursos hipermidiáticos e consistência de dados, entre outros, faz um mapeamento da política de e-gov nos países do Cone Sul. Constata o uso tímido das potências do governo eletrônico, em experiências restringidas pelo paradigma reformista neoliberal, focadas na prestação de serviços a “cidadãos-clientes”. A nova ágora, vislumbrada com o encontro da política com as TICs, ainda restringe-se ao discurso.

Biografia do Autor

José Antonio Martinuzzo, Universidade Federal do Espírito Santo
Professor Doutor do Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal do Espírito Santo - Brasil.
Publicado
2011-12-05