A televisão brasileira e o desenvolvimento do cidadão

  • Valério Cruz Brittos Universidade do Vale do Rio dos Sinos
  • Denis Gerson Simões Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Palavras-chave: Televisão, Brasil, Cidadania

Resumo

Laurindo Leal Filho é docente na Escola de Comunicações e Artes Universidade de São Paulo (ECA-USP). Graduou-se em Ciências Sociais pela USP, fez Mestrado em Ciências Sociais na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Doutorado em Ciências da Comunicação na USP e Pós-Doutorado na University of London (UL), na Inglaterra. Entre outras publicações, escreveu A melhor TV do mundo: o modelo britânico de televisão, pela Editora Summus. Conhecido também como Lalo, recentemente Laurindo publicou artigo na revista Carta Capital intitulado De Bonner para Homer, expondo os bastidores da produção do Jornal Nacional, da Rede Globo de Televisão. Nesta entrevista, concedida por e-mail, analisa a relação crítica dos telespectadores com a mídia, a proximidade entre a Globo e seu público, os efeitos do ingresso da TV digital e as ações do Estado junto aos veículos de comunicação.

Biografia do Autor

Valério Cruz Brittos, Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Professor no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da UNISINOS e doutor em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela FACOM-UFBA
Denis Gerson Simões, Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Bolsista de Iniciação Científica (UNIBIC) e  acadêmico de Comunicação Social – Publicidade e  Propaganda da UNISINOS.
Publicado
2011-12-28