CONCORDÂNCIA DOS TEMPOS? O TRABALHO, O MERCADO, A POLÍTICA

  • Yves Schwartz - Universidade de Aix Marseille (França) Universidade de Aix Marseille (França)
Palavras-chave: Tempo, Trabalho, Mercado, Ergologia

Resumo

O artigo discute, a partir de uma abordagem filosófica e ergológica, as noções de tempo. O objetivo é demonstrar quanto é polêmica esta noção quando reduzida ao tempo mercantil, tempo do relógio. Para o autor, a proposição filosófica da ergologia entende o tempo em seu sentido amplo, ou seja, nas dimensões do trabalho, do mercado e da política. As tensões entre essas temporalidades precisam ser retrabalhadas sem desvinculá-las da atividade humana. O trabalho nessa acepção é atividade que se desenvolve para além do tempo do emprego, para além do tempo da exploração do mercado, é o tempo de produção da vida, da saúde, do viver bem em comum.

Biografia do Autor

Yves Schwartz - Universidade de Aix Marseille (França), Universidade de Aix Marseille (França)
Membro do Instituto Universitário da França (IUF) e professor emérito do Departamento de Ergologia da Université de Provence. Doutor em Letras pela Université de Lyon II.
Publicado
2015-02-05
Seção
DOSSIÊ TRABALHO COMUNICACIONAL: ASPECTOS DE COMUNICAÇÃO E TRABALHO COMO ATIVIDADE E COMO MERCADORIA