Políticas de Ciência e Tecnologia: Articulação entre Padrão Tecnológico e Inovação dos Países

  • Davys Sleman de Negreiros Universidade Federal de São Carlos
Palavras-chave: Redes de Pesquisa, Sistema Nacional de Inovação, Citr icultura Paulista

Resumo

Em um ambiente concorrencial cada vez mais intenso e complexo, sobretudo com o processo de abertura comercial, as atividades de P&D se tornaram fundamentais para os países/regiões em desenvolvimento atingirem um elevado padrão tecnológico que conduza à conformação de novos processos e produtos. Como estratégia para se elevar o padrão tecnológico e estimular a inovação, o estado de São Paulo por meio da FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) criou a Rede ONSA, visando entre outros objetivos sanar o principal gargalo da citricultura paulista, ou seja, os problemasfitossanitários. As redes de pesquisa permitem, portanto, a interação entre diversos agentesque acabam gerando conhecimentos complexos e interdisciplinares, além da redução de custos e riscos para os países/regiões.

Biografia do Autor

Davys Sleman de Negreiros, Universidade Federal de São Carlos
Mestre em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Carlos – UFSCar; Professor Instituto Federal deEducação, Ciência e Tecnologia de Rondônia - IFRO - Campus Colorado do Oeste; Avaliador ad hoc Institucional e de Cursos do INEP/MEC; Especialista da ANDI/UNICEF - Agência Nacional do Direitos das Crianças e Adolescentes na Imprensa; Pesquisador do NEMP-UFSCar - Núcleo de Estudos sobre Mídia ePolítica da Universidade Federal de São Carlos
Publicado
2012-04-11