CIDADE-SEDE DA ALEGRIA: A FORTALEZA DA COPA DO MUNDO NAS PÁGINAS DO JORNALISMO LOCAL

  • Sílvia Helena Belmino Freitas- Universidade Federal do Ceará - UFC/Brasil Universidade Federal do Ceará (UFC)-Brasil
  • Emylianny Brasil da Silva - Universidade Federal do Ceará - UFC/Brasil Universidade Federal do Ceará (UFC)- Brasil
  • Alissa Cendi Vale de Carvalho – Universidade Federal do Ceará - UFC/Brasil Universidade Federal do Ceará (UFC) Brasil
Palavras-chave: Copa do Mundo, Fortaleza, Cidade-Mercadoria, Jornalismo

Resumo

Este artigo procura compreender o papel do jornalismo local para referendar e/ou contrapor a imagem de Fortaleza como Cidade-sede da Alegria, conceito criado pela Prefeitura municipal para divulgar a cidade na Copa do Mundo de Futebol da FIFA 2014. Para tanto, foi analisada a cobertura realizada pelo Diário do Nordeste, o jornal de maior circulação no estado, entre junho e julho de 2014. Por meio da análise de conteúdo, proposta por Bardin (1977), foram analisados 38 textos qualitativamente e estabeleceu-se categorias que serviram de parâmetros para compreender essa imagem. Conclui-se que o jornalismo restringe a cidade ao litoral, silencia outras áreas urbanas para apresentar uma imagem predominantemente positiva e turística de Fortaleza.

Publicado
2016-01-29