Os mapas do consumismo na imprensa: imaginários do consumo da economia ao sujeito

  • Eliza Bachega Casadei Escola Superior de Propaganda e Marketing/Universidade Estadual Paulista Julio Mesquita Filho

Resumo

O objetivo do presente artigo é fazer um mapeamento do termo consumismo, bem como
das mudanças semânticas relacionadas a ele, nos jornais e revistas brasileiras do século XX.
Depreendemos que o conceito de consumismo vira objeto de discussão pública na imprensa
a partir da segunda metade do século XX e suas primeiras inserções estão articuladas
ao contexto da crítica dos produtos culturais. A década de 1970 se pode notar um uso
econômico da palavra consumismo que é paulatinamente substituído, no final da década,
por uma crítica dos modos de vida e dos hábitos do sujeito.