Sobre a Revista

Foco e Escopo

Este periódico prioriza a publicação de ensaios/artigos inéditos de professores doutores que tenham como base teórica uma abordagem interdisciplinar, voltada para análise de questões linguísticas, literárias,  artísticas  e históricas dos países de Língua Portuguesa. Este periódico tem duas seções: um dossiê  temático e  uma seção livre. Esse formato não é fixo, depende da proposta dos organizadores e das especificidades de cada chamada.

Processo de Avaliação pelos Pares

Double Blind Peer Review e arbitragem quando se fizer necessário e ou quando requerido pela parte.

Periodicidade

Desde sua fundação, é um periódico semestral com alguns volumes especiais.

Política de Acesso Livre

Acesso livre e gratuito. Open acess

License Creative Commons

Chamadas para publicação

As chamadas são publicadas na aba de notícias. São semestrais. 

CHAMADAS 2020

Volume 34 jul-dez de 2020.
 
Organizadores: Conselho editorial internacional. 
 
Dossiê: Confluências da Literatura afro-brasileira
 
Este dossiê aceita artigos sobre conceitos e obras que façam parte da história da literatura afro-brasileira com destaque para abordagens teóricas contemporâneas engajadas com a relevância deste debate para a ampliação do cânone literário no Brasil.
 
Período: de 16 de fevereiro 15 de março de 2020.

_____________________________________

Volume 33 jan-jun de 2020
 
Organizadores: Conselho editorial internacional. 
 
Dossiê: métodos de ensino de língua portuguesa e literatura brasileira
 
Este dossiê aceita artigos que tragam debates teórico-metodológicos sobre os desafios do ensino de leitura do texto literário e de leitura e produção de textos na disciplina Português do Ensino Fundamental, seguidos de uma prática de intervenção. Espamos uma proposta com resultados que mudem a dinâmica de ensino e apresente métodos atuais multimodais e conectados  com a inovações conquistadas com o uso das novas tecnologias. Reuniremos trabalhos desenvolvidos no PROFLETRAS que são voltados para renovação de propostas metodológicas do ensino de Português e suas lieraturas nas educação básica.
 
Período: de 15 de janeiro a 15 de fevereiro.

____________________________________________________

Chamadas 2019

Volume 32 -  jul./dez. 2019

Organizadoras:

Profa. Dra. Anélia Pietrani (UFRJ) e Profa. Dra. Lucia Zolin (UEM)

Volume temático: Escritas de resistência: literatura de autoria feminina

Os estudos feministas e a crítica literária feminista têm ampliado o debate acerca do resgate de escritoras silenciadas pela história literária. No caso do Brasil, muitas autoras passaram a ganhar reconhecimento após a revisão de suas obras como Maria Firmina dos Reis, Nísia Floresta, Júlia Lopes de Almeida, Alina Paim, entre tantas outras. Esse processo de ampliação dos estudos acerca da autoria feminina também se faz presente na América Latina e nos países africanos. Dessa forma, abrindo espaço para estudos acerca da resistência das escritoras de diferentes nacionalidades, este volume temático aceita artigos sobre a produção de autoria feminina a partir da crítica literária feminista como as de Judith Butler, Gayatri Spivak, H eloísa Buarque de Hollanda, Elódia Xavier, Constância Lima Duarte, Rita Terezinha Schmidt, entre tantas outras.  Os estudos podem promover o debate tanto sobre questões estéticas como enfocar nas estratégias de resistência que cada autora usou para questionar seu contexto histórico de opressão e exclusão, construindo um imaginário literário condizente com a luta de sua época. Damos prioridades às abordagens literárias interdisciplinares pautadas pelos estudos de gênero e por mudança de paradigmas de recepção.

Prazo final para recebimento de artigos: 30/07/2019.

Faça seu cadastro no sistema da revista e poste seu texto conforme as normas da revista.



Volume 31 -  jan./jun. 2019
Dossiê: Ensino de leitura por abordagens híbridas 

O ensino de leitura literária tem agregado o debate sobre abordagens multimodais como estratégia de recepção de obras literárias, aproximando os leitores das novas tecnologias. Assim, o uso de novas ferramentas digitais para o ensino de leitura e leitura literária tem ganhado adeptos das práticas pedagógicas contemporâneas voltadas para a formação de um leitor crítico. Diante desse contexto, aceitamos artigos que debatam propostas  de ensino de leitura pelas diferentes interfaces dos estudos dos multiletramentos, ou que proponham abordagens pedagógicas inclusivas para o ensino de leitura em diferentes contextos sociais , ou priorizem a produção de material didático sobre ensino de leitura tanto a estética como a cultural.
Os artigos da Seção Livre devem contemplar a diversidade de abordagens teóricas e críticas das pesquisas interdisciplinares das áreas: Letras, Interdisciplinar, Educação e áreas afins.

Prazo final para recebimento de artigos: 30/05/2019.

Faça seu cadastro no sistema da revista e poste seu texto conforme as normas da revista. 

Chamadas 2017

Chamada para volume 27 – jan/jun  2017
Organizadores:
Prof. Dr. Carlos Magno Gomes (UFS) e Profa. Dra. Isabel Cristina Michelan de Azevedo (UFS)

Dossiê: Leitura e multiletramentos:  Desafios nas aulas DE LÍNGUA PORTUGUESA

O ensino de leitura a partir da exploração dos multiletramentos tem se tornado um desafio para a renovação dos métodos e da produção de material didático pelos  professores de língua portuguesa no ensino fundamental. Esse momento é desafiador pela disponibilidade que temos à rede de computadores e o acesso às redes sociais, todavia essa dinâmica não tem sido explorada pela maioria dos professores devido à falta de oportunidade de entrar em contato com essas novas concepções de leitura, que levam em conta os multiletramentos e os textos multimodais.  Com o intuito de divulgar diferentes abordagens pedagógicas para o ensino de leitura a partir da pedagogia dos multiletramentos (ROJO), este dossiê aceita artigos com recortes interdisciplinares e inovadores para a formação do leitor no espaço da escola.

Data limite para recebimento de artigos: 30/05/2017. (Consultar as normas PRORROGADO PARA 15/07

Idioma: português e espanhol

E-mail para envio de trabalhos: calmag@bol.com.br

___________________________________________________

CHAMADAS 2016

Interdisciplinar – Revista de estudos em língua e literatura (ISSN 1980-8879)

Classificada pela CAPES em 2016: Letras B2, Educação B2,  Interdisciplinar B2, Antropologia B3 e Ensino B3

Estamos recebendo ensaios/artigos inéditos de professores doutores das áreas de letras, educação, ou afins, para compor os volumes 24, 25 e 26 da Revista Interdisciplinar, referentes ao ano de 2016. Este periódico tem duas seções: dossiês e  seção livre, que podem ser dividas conforme a especificidade de cada chamada. Nossos volumes são organizados em parceria internacional com as seguintes partes:

Dossiê temático – Estudos Literários

Dossiê temático – Estudos Linguísticos

Seção Livre – artigos inéditos com ênfase em estudos sobre Língua Portuguesa e suas  Literaturas com diferentes abordagens teóricas.

_________________________________________________________________________________________

Volume 26 – Edição especial de 2016 (Parceria entre a UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE, Pró-Reitoria de Pós-Graduação e a UNIVERSITAT AUTÔNOMA DE BARCELONA, Departament de Filología Espanyola)

Dossiê Monográfico dos Estudos Literários: DES(A)FIANDO A AUTORIA: CONSTRUÇÕES DO/A AUTOR/A NAS LITERATURAS LUSÓFONAS (SÉCULOS XIX-XX)

Organizadoras: Aina Pérez Fontdevila y Meri Torras Francés  (GRC Cuerpo y Textualidad – Universidad Autónoma de Barcelona)

Ementa: Os estudos autorais atuais, especialmente francófonos, coincidem em considerar o/a autor/a como uma rede textual configurada por peças de índole e origem diversas, como, por exemplo, as imagens que decolam dosethos (Maingueneau, Amossy) nos textos literários e nos seus “paratextos” ou as que se constroem em textos críticos, biográficos, entrevistas, fotografias, biopicscinematográficos, aparições ritualizadas, etc. (Diaz, Maingueneau, Meizoz, Martens, Montier e Reverseau, etc.). Como assinala José-Luis Diaz, o/a autor/a converte-se, assim, numa figura imaginária que o/a leitor/a, profissional ou amateur, (re)constrói através da montagem destas peças. Uma figura imaginária que, como já demonstrou Foucault, determina a sorte das obras: sua interpretação, sua circulação, sua avaliação, sua classificação e seu posicionamento no campo literário. Tal construção está constrangida e possibilitada pelos estereótipos, posturas (Meizoz) e cenografias autorais (Diaz) disponíveis no momento de sua emergência e de sua recepção. Estes evidenciam as bases conceituais historicamente variáveis que determinam o que é considerado criação, o que é legitimado como tal, e quais são suas as noções associadas (originalidade, singularidade, dom, vocação, inspiração, trabalho, etc.) (Heinich, Schaeffer, etc.). Ao mesmo tempo, tais fundamentos estabelecem quem poderá ter acesso a posições autorais reconhecíveis e reconhecidas, e condicionam as leituras dos textos cuja função-autor se individualiza em sujeitos que “não podem” encarnar os estereótipos autorizados, por causa do gênero ou da etnia, por exemplo (Planté, Cróquer, etc.). Partindo destas e outras aproximações, este número da Revista Interdisciplinar quer oferecer um espaço de reflexão sobre a problemática autoral nas literaturas em língua portuguesa, especialmente dos séculos XIX e XX. Assim, pretende reunir artigos inéditos enfocados em linhas temáticas tais como:

1) Aplicação dos conceitos de cenografia autoral, escritor imaginário, imagem de autor ou postura autoral;

2) Análise da construção de ethos;

3) Representações iconográficas de escritores/as;

4) Construção de imagens autorais na crítica literária, no jornalismo e nos discursos biográficos; e

5) Gênero, etnia e autoria: mecanismos de (des)legitimação. Outras temáticas afins serão também aceitas.

Critérios  para envio de textos:

Envio somente por e-mail: para o volume 26, dossiê estudos literários, apenas para:ainaperezfontdevila@gmail.com (Aina Pérez Fontdevila) ecalmag@bol.com.br (Carlos Magno Gomes)

Idiomas: português, inglês ou espanhol.

Data limite para recebimento de artigos: 30/07/2016.

Formato do artigo - as normas deste periódico estão disponíveis em Diretrizes para os autores em:http://www.seer.ufs.br/index.php/interdisciplinar/about

Obs.: Só serão publicados textos indicados por pareceristas.

A publicação deste volume está prevista para o segundo semestre de 2016.

 

Call for papers - v. 26

Dossier: Monographic Dossier of Literary Studies: CHALLENGING THE AUTHORSHIP: CONSTRUCTIONS OF THE AUTHOR ON LUSOPHONE LITERATURE (XIX-XX CENTURY)

Summary: Current authorship studies, especially francophone, coincide in considering the author as a textual network set up by pieces of diverse nature and origin, for example, images that take off of ethos in literary texts and in their "paratexts" or the ones that build critical, biographical texts, interviews, photographs, biographical films, ritualized appearances, etc.

Based on these and other approaches, this volume makes room for papers that offer reflections on authorship issues in the literature in Portuguese, especially from the nineteenth and twentieth centuries.

1) Application of the concepts of authorial scenography, imaginary writer, authorial image and authorial position;

2) Analysis of building ethos;

3) Iconographic representations of writers;

4) Construction of authorial images in literary criticism, journalism and biographical discourses; and

5) Gender, ethnicity and authorship: mechanisms of (de)legitimation. Other related topics will also be accepted.

 

Criteria and deadlines to send texts:

Languages: Portuguese, English or Spanish.

Essays to the volume 26 should be sent through e- mail:ainaperezfontdevila@gmail.com (Aina Pérez Fontdevila)calmag@bol.com.br (Carlos Magno Gomes)

Deadline for receipt of articles: 30/07/2016.

Note: It will only be published texts indicated by referees

 

ESPAÑOL - Volume 26 – Edição especial de 2016

Dossiê Monográfico dos Estudos Literários: DES(A)FIANDO A AUTORIA: CONSTRUÇÕES DO/A AUTOR/A NAS LITERATURAS LUSÓFONAS (SÉCULOS XIX-XX)

Organizadoras: Aina Pérez Fontdevila y Meri Torras Francés  (GRC Cuerpo y Textualidad – Universidad Autónoma de Barcelona)

Los estudios autoriales actuales, especialmente francófonos, coinciden en considerar el/la autor/a como un entramado textual configurado por piezas de índole y origen diversos, como por ejemplo las imágenes que se desprenden de los ethos (Maingueneau, Amossy) en los textos literarios y en sus “paratextos” o la que se construye en textos críticos, biográficos, entrevistas, fotografías,biopics cinematográficos, etc. (Diaz, Maingueneau, Meizoz, Martens, Montier e Reverseau, etc.). Como señala José-Luis Diaz, el/la autora/a deviene así una figura imaginariaque el/la lector/a, profesional o amateur, (re)construye mediante el montaje de estas piezas. Una figura imaginaria que, como ya demostró Foucault, determina la suerte de las obras: su interpretación, su circulación, su evaluación, su clasificación y su posicionamiento en el campo literario. Tal construcción está constreñida y posibilitada por los estereotipos, posturas (Meizoz) y escenografías autoriales (Diaz) disponibles en el momento de su emergencia y de su recepción. Éstos evidencian las bases conceptuales históricamente variables que determinan qué es considerado creación, qué es legitimado como tal y cuáles son las nociones que se la asocian (originalidad, singularidad, don, vocación, inspiración, trabajo, etc.) (Heinich, Schaeffer, etc.). A la vez, tales fundamentos establecen quién podrá acceder a posiciones autoriales reconocibles y reconocidas, y condicionan las lecturas de los textos cuya función-autor se individualiza en sujetos que “no pueden” encarnar los estereotipos autorizados, por razones de género o etnia, por ejemplo (Planté, Cróquer, etc.). Partiendo de estas y otras aproximaciones, este monográfico quiere ofrecer un espacio de reflexión sobre la problemática autorial en las literaturas de lengua portuguesa, especialmente de los siglos XIX y XX. Así pues, pretende reunir artículos inéditos enfocados en líneas temáticas tales como:

1) Aplicación de los conceptos de escenografía autorial, escritor imaginario, imagen de autor o postura autorial;

2) Análisis de la construcción de ethos;

3) Representaciones iconográficas de escritores/as;

4) Construcción de imágenes autoriales en la crítica literaria, el periodismo o los géneros biográficos;

5) Género, etnia y autoría: mecanismos de (des)legitimación. También serán aceptadas otras temáticas afines.

Critérios  para envio de textos:

O envio de trabalhos para o volume 26, dossiê estudos literários, deve ser feito via e-mail para:ainaperezfontdevila@gmail.com (Aina Pérez Fontdevila) ecalmag@bol.com.br (Carlos Magno Gomes)

Idiomas: português, inglês ou espanhol.

Data limite para recebimento de artigos: 30/07/2016.

Formato do artigo - as normas deste periódico estão disponíveis em Diretrizes para os autores em:http://www.seer.ufs.br/index.php/interdisciplinar/about

Obs.: Só serão publicados textos indicados por pareceristas.

_____________________________________________________________________________________________

Volume 25 – 2o. semestre 2016

Dossiê dos Estudos Literários: Literatura e Sociocrítica

Organizadores: Prof. Dr. Antonio Chicharro Chamorro (Universidad de Granada) e Profa. Dra. Christina Ramalho (UFS)

Ementa: Nesta edição, a Interdisciplinar põe em foco a Sociologia da Literatura, abrindo especial espaço, de um lado, para reflexões que há 25 anos vêm sendo desenvolvidas por pesquisadores vinculados ao Instituto Internacional de Sociocrítica (IIS), fundado em 1989 por Edmond Cros, cuja “teoria sociocrítica do texto” tem sido, desde então, a base de muitas investigações dessa natureza, principalmente no mundo hispânico; e, de outro, ao pensamento do sociólogo brasileiro Antonio Candido, cujo enfoque sociocrítico ao texto literário constitui um dos mais importantes legados da crítica brasileira aos estudos literários. Além desses dois focos especiais, também serão considerados artigos que abordem outras contribuições teórico-críticas ligadas à Sociocrítica assim como estudos de obras literárias a partir de vieses afins.

Critérios  para envio de textos:

Idiomas: português, inglês ou espanhol.

envio de trabalhos para o volume 25 deve ser feito via e-mail para: ramalhochris@hotmail.com (Christina) e calmag@bol.com.br (Carlos Magno Gomes)

Data limite para recebimento de artigos: 30/06/2016.

Formato do artigo - as normas deste periódico estão disponíveis em Diretrizes para os autores em:http://www.seer.ufs.br/index.php/interdisciplinar/about

Obs.: Só serão publicados textos indicados por pareceristas.

A publicação deste volume está prevista para o segundo semestre de 2016.

 

Call for papers - n. 25

Dossier of Literary Studies: LITERATURE AND SOCIAL CRITICISM

Summary: In this issue, the Interdisciplinary brings into focus the Sociology of Literature, opening special space on one hand, to reflections that have been developed for 25 years by researchers associated with the International Institute of Social Criticism (IIS), founded in 1989 by Edmond Cros whose "social critical theory of text" has been the basis of many investigations of this nature ever since, especially in the Hispanic world; and on the other side, the thought of the Brazilian sociologist Antonio Candido, whose social critical approach to literary texts is one of the most important legacies of the Brazilian criticism of literary studies. Besides these two special focus, it will also be considered articles that address other theoretical and critical contributions linked to Social Criticism as well as studies of literary works from related biases.

Criteria and deadlines to send texts:

Languages: Portuguese, English or Spanish.

Essays to the volume 25  should be sent through e- mail:ramalhochris@hotmail.com (Christina Ramalho) andcalmag@bol.com.br (Carlos Magno Gomes)

Deadline for receipt of articles: 30/06/2016.

Note: It will only be published texts indicated by referees

 

Volume 24 – referente ao 1º. semestre de 2016

Dossiê Estudos Linguísticos: Sociolinguística Variacionista

Organizadoras: Profas. Dras. Raquel Meister Ko. Freitag (UFS) e Josane Moreira de Oliveira (UEFS)

Ementa: Serão acolhidas propostas que versem sobre variação e mudança no português brasileiro e/ou no português de variedades africanas, seja a partir de estudos de variedades brasileiras ou africanas do português, seja a partir de estudos comparativos entre Brasil e África.

Critérios e prazos  para envio de textos:

Idiomas: português, inglês ou espanhol.

envio de trabalhos para o Volume 24, Estudos Linguísticos, deve ser feito via e-mail: rkofreitag@uol.com.br (Raquel)

Data limite para recebimento de artigos: 31/01/2016.

Formato do artigo - as normas deste periódico estão disponíveis em Diretrizes para os autores em:http://www.seer.ufs.br/index.php/interdisciplinar/about

A publicação deste volume está prevista para o primeiro semestre de 2016.

 

Cal for papers - v. 24

Dossier of LinguisticsVariationist Sociolinguistics

Organizers: Profa. Dra. Rachel Meister Ko Freitag,  (UFS) and Profa. Dra. Josane Moreira de Oliveira, Dr. (UEFS)

Summary: Proposals that deal with variation and change in Brazilian Portuguese and/or Portuguese from African varieties will be received , either from studies of Brazilian or African varieties of Portuguese, or from comparative studies between Brazil and Africa.

Criteria and deadlines to send texts:

Languages: Portuguese, English or Spanish.

Essays to the Volume 24, Linguistics studies, should be sent through e- mail: rkofreitag@uol.com.br (Raquel)

Deadline for receipt of articles: 01/31/2016

Note: It will only be published texts indicated by referees

____________________________________________________________________________________________

CHAMADAS 2015 

Revista Interdisciplinar - Revista de estudos de língua e literatura (ISSN 1980-8879)

Avaliada pela Qualis Capes 2013 em  (Letras), B2 (Educação) e B1(Interdisciplinar)
Estamos recebendo ensaios ou artigos de professores doutores das áreas de letras, educação ou afins para compor o volume 20 com publicação prevista para o segundo semestre de 2014.

V. 23. – Volume temático

TemaEscritoras luso-afro-brasileiras

Organizadoras: Constância Duarte (UFMG), Iara Barroca (UFV) e Maria do Rosário Alves Pereira (CEFET-MG)

Ementa: Este volume da Revista Interdisciplinar abre espaço para trabalhos que enfoquem a produção de escritoras nascidas nos países de língua portuguesa. Nosso objetivo é divulgar obras literárias ou jornalistas de mulheres que lutaram pelos direitos femininos nos séculos XIX e XX em seus países. Tanto em Portugal, como nos países colonizados, o espaço para publicação de textos de autoria feminina sempre foi mais restrito, por isso retornamos na história para resgatar textos e propostas políticas de luta pelos direitos da mulher ainda poucos conhecidos nos dias atuais. Vale lembrar que, por exemplo, até bem pouco tempo, escritoras como a portuguesa Judith Teixeira e as brasileiras Nísia Floresta e Alina Paim não eram lembradas por suas empreitadas pelos direitos de igualdades entre os gêneros. No processo histórico, temos também o caso das escritoras que não puderam publicar obras independentes, mas que contribuíram com revistas, jornais e almanaques que influenciaram as leitoras de seu tempo. Além disso, este dossiê abre  espaço para a diversa e multifacetada produção literária de escritoras contemporâneas dos países de Língua Portuguesa.  Nessa direção, este volume pretende reunir artigos inéditos sobre esse importante acervo cultural que as mulheres produziram e continuam produzindo sobre a luta pelos direitos e pela emancipação da mulher.

Data limite para recebimento de artigos: 30/04/2015.

Enviar para o e-mail do Editor: calmag@bol.com.br

Previsão de publicação: segundo semestre de 2015

Obs.: Só serão publicados textos indicados por pareceristas.

____________________________________________________________________________________

Vol. 22 – Dossiê: As inovações do ensino de Língua Portuguesa no PROFLETRAS

Organizadores:

Profa. Dra. Raquel Meister Ko. Freitag e  Prof. Dr. Carlos Magno Gomes (UFS)

Ementa: O Mestrado profissional em Letras em Rede – PROFLETRAS – tem como uma de suas metas a inovação do ensino de Língua Portuguesa a partir da multimodalidade e da inclusão digital seja para os conteúdos de língua, de leitura, ou de interpretação do texto literário. Nesse sentido, o uso das novas tecnologias para a atualização desse ensino é fundamental, pois pode se tornar em uma ferramenta de mediação pedagógica e de produção de material didático de língua voltado para jovens. A partir dessas especificidades, estamos recebendo artigos inéditos que abordem a questão da inovação do ensino de língua portuguesa por meio das TIC.

Data limite para recebimento de artigos: 30/03/2015.

O envio de trabalhos deve ser feito via e-mail: calmag@bol.com.br (Carlos Gomes) e  rkofreitag@uol.com.br (Raquel)

_____________________________________________________________________________________________

CHAMADAS 2014 

Revista Interdisciplinar - Revista de estudos de língua e literatura (ISSN 1980-8879)
Ano IX, v. 20, Jan-Jun 2014. 

Avaliada pela Qualis Capes 2013 em B2 (Letras), B2 (Educação) e B1(Interdisciplinar)
Estamos recebendo ensaios ou artigos de professores doutores das áreas de letras, educação ou afins para compor o volume 20 com publicação prevista para o segundo semestre de 2014.

Vol. 20 - Edição temática: Os desafios do PROFLETRAS para melhorar o ensino de Língua Portuguesa

Organizadoras:
Profas. Dras. Raquel Meister Ko. Freitag e Leilane Ramos (UFS)


Ementa: A inovação na área do ensino de letras a partir da multimodalidade e da inclusão digital. O tratamento da variação linguística na sala de aula. O uso da novas tecnologias para o ensino contemporâneo de língua portuguesa. Propostas de leitura pelas interfaces culturais e sociais. Abordagens pedagógicas inclusivas do ensino de língua materna. Produção de material didático de língua voltado para jovens.


Data limite para recebimento de artigos: 30/03/2014. (Consultar as normas Aqui)

Idioma: português, inglês ou espanhol.

O envio de trabalhos deve ser feito via e-mail: rkofreitag@uol.com.br (Dra. Raquel)

Obs.: Só serão publicados textos indicados por pareceristas.

_____________________________________________________________________________________________

CHAMADAS 2014 

Revista Interdisciplinar - Revista de estudos de língua e literatura (ISSN 1980-8879)
Ano IX, v. 21, Jul-Dez 2014. 

Avaliada pela Qualis Capes 2013 em B2 (Letras), B2 (Educação) e B1(Interdisciplinar)
Estamos recebendo ensaios ou artigos de professores doutores das áreas de letras, educação ou afins para compor o volume 21 com publicação prevista para o segundo semestre de 2014.

V. 21 - Edição temática: Os desafios do PROFLETRAS para melhorar o ensino de Literatura Brasileira

Organizadores:
Profa. Dra. Christina Ramalho e Prof. Dr. Carlos Magno Gomes (UFS)


Ementa: A inovação na área do ensino de literatura a partir da multimodalidade. As TICs e sua contribuição para o ensino contemporâneo de literatura brasileira. Propostas de ensino de literatura infanto-juvenil pelas interfaces culturais e sociais. Abordagens pedagógicas inclusivas para o ensino de literatura brasileira. Produção de material didático sobre ensino de literatura para jovens.

Data limite para recebimento de artigos: 30/03/2014. (Consultar as normas Aqui)

Idioma: português, inglês ou espanhol.

O envio de trabalhos deve ser feito via e-mail: calmag@bol.com.br (Carlos Gomes)

Obs.: Só serão publicados textos indicados por pareceristas.

__________________________________________________________________________

CHAMADA 2013
Revista Interdisciplinar - Revista de estudos de língua e literatura 
ISSN 1980-8879 – Publicação vinculada ao Campus Prof. Alberto Carvalho/UFS
Ano VIII, v. 19, n. 19, jul-dez de 2013

Avaliada pelo Qualis Capes 2012 em B2 (Letras), B2 (Educação) e B2(Interdisciplinar)
Estamos recebendo ensaios ou artigos de professores doutores ou de pós-graduandos das áreas de letras, educação ou afins para compor o volume 19 com e publicação prevista para o segundo semestre de 2013.

Dossiê: Transculturalidade, linguagem e educação

Organizadores:
Profa. Dra. Walkyria Monte Mór (USP) 
Prof. Dr. Vanderlei J. Zacchi (UFS)

Ementa: O objetivo desta proposta é agregar trabalhos transdisciplinares que abordem a educação com base nos pressupostos da diversidade. A noção de transculturalidade se aplica a uma ampla gama de fenômenos sociais. Ao associá-la às noções de educação e linguagem, espera-se abordar as relações conflituosas entre diferentes culturas e linguagens e as consequentes implicações no âmbito do ensino e da aprendizagem. Deve-se ressaltar que diferença, nesse caso, refere-se não apenas ao contato com línguas, culturas e literaturas provenientes de outros países, mas principalmente ao contato entre as diversas variantes no interior do Brasil. Dessa forma, o que se busca com o presente dossiê é fomentar a discussão em torno das noções de transculturalidade, linguagem e educação, levando-se em consideração os diversos contextos em que elas se aplicam e se entrecruzam socialmente.

Para o volume 19, há também a seção livre com artigos e ensaios sobre estudos literários ou linguísticos.

Data limite para recebimento de artigos: 30/07/2013. (Consultar as normas)

Idioma: português, inglês ou espanhol.

O envio de trabalhos deve ser feito via e-mail. 
DOSSIÊ: walsil@uol.com.br, de Walkyria Mór, e vanderlei.ufs@gmail.com, de Vanderlei Zacchi.
SEÇÃO LIVRE: calmag@bol.com.br (editor da interdisciplinar)
Obs.: Só serão publicados textos indicados por pareceristas.

__________________________________________________________________________

CHAMADA 2013
Revista Interdisciplinar - Revista de estudos de língua e literatura 
ISSN 1980-8879 – Publicação vinculada ao Campus Prof. Alberto Carvalho/UFS
Ano VIII, v. 18, n. 18, jan-jun de 2013

Avaliada pelo Qualis Capes 2012 em B2 (Letras), B2 (Educação) e B2(Interdisciplinar)
Estamos recebendo ensaios ou artigos de professores doutores ou de pós-graduandos das áreas de letras, educação ou afins para compor o volume 18 com e publicação prevista para o segundo semestre de 2013.

Dossiê: 90 anos de Lygia Fagundes Telles

Organizadores:
Prof. Dr. Suênio Campos de Lucena (UNEB) 
Prof. Dr. Carlos Gomes (UFS)

Ementa: Reconhecida como uma das mais importantes escritoras brasileiras do Século XX, Lygia Fagundes Telles está completando 90 anos em 2013. Sua ficção continua exercendo um fascínio aos leitores atuais pela sofisticada beleza de sua narrativa. Para comemorar essa data, este dossiê aceita artigos voltados para a análise de sua obra. Com essa iniciativa, esta publicação lhe presta uma merecida homenagem. Serão aceitos artigos e ensaios, em diferentes abordagens estéticas e sociais, que explorem e discutam a sua literatura. Lygia Fagundes Telles é autora dos clássicos Ciranda de pedra (1954), As meninas (1973), e das coletâneas de contos Antes do baile verde (1970), Seminário dos ratos (1977) e A noite escura e mais eu (1995), entre outros. Com essa vasta obra, foi vencedora dos prêmios Camões e Jabuti. A autora também já teve sua obra adaptada para TV, cinema e teatro, além de traduzida em mais de trinta países. Esta data confere uma ótima oportunidade de reflexão sobre uma obra que abarca mais de seis décadas. Os artigos podem explorar diferentes campos teóricos, ressaltando suas particularidades na forma de narrar e seu lugar na história da literatura brasileira. Entre as abordagens teóricas sobre sua obra, ganham relevo as questões de gênero, o olhar histórico, a reflexão sociológica, a introspecção psicológica, os limites entre o real e o fantástico, entre outras.

Para o volume 18, há também a seção livre com artigos e ensaios sobre estudos literários.

Data limite para recebimento de artigos: 30/06/2013. (Consultar as normas)

Idioma: português, inglês e espanhol

E-mail para envio de trabalhos: calmag@bol.com.br ou sueniocampos@uol.com.br
Obs.: Só serão publicados textos indicados por pareceristas.

Artigos mais citados

https://scholar.google.com.br/citations?hl=pt-BR&view_op=list_hcore&venue=q0wXzQZueUYJ.2017

Politica de Governança

Politica de Governança

 

O Conselho Editorial é constituído por representantes acadêmicos de diferentes instituições de ensino e pesquisa e diversas regiões do país e do exterior. Seus membros atuam preferencialmente, mas não exclusivamente, na área da Educação, Ensino, Interdisciplinar, Letras e Ciências Sociais. Cada membro atua como conselheiro do Comitê Científico e do Editor interpretando e sugerindo aperfeiçoamentos na Política Editorial, divulgando a revista, posicionando-se como árbitro em questões estratégicas do envolvimento da Forum Identidades no meio acadêmico e profissional. Cada membro assume também a função de ouvidor da comunidade científica atuante na área, garantindo a credibilidade acadêmica e a postura que se espera de uma revista científica. Comitê Científico Trata-se de um colegiado interinstitucional cuja atuação é feita de forma coletiva e democrática. Sua missão é assegurar a credibilidade dos procedimentos editoriais adotados e assumir a responsabilidade científica da revista. O Comitê Científico indica o Editor Científico que passa a ser seu membro natural. Este comitê deve estar permanentemente ativo no cumprimento das definições gerais da política editorial da revista e também dos procedimentos editoriais previstos, particularmente no que se refere à garantia de consistência e qualidade das publicações. Edições especiais e outras contribuições científicas deverão ser discutidas e definidas por esta instância. É sua atribuição discutir e desenvolver regulamentos próprios para assuntos variados como: normas e formatação de artigos; critérios de avaliação e aceite de textos para publicação; aceite de novos grupos de pesquisa para participar do comitê; aprovação do orçamento; credenciamento de revisores e pareceristas; definição de política de circulação e assinaturas, entre outras matérias. O Comitê Científico não interfere na operação editorial que é de sobre responsabilidade do Editor e sua equipe operacional. Editor Científico É o responsável pela gestão editorial e pela supervisão da Secretaria Editorial, que opera todo o fluxo de trabalho, com auxílio do sistema Open Journal System – OJS. O Editor Científico tem atuação específica na seleção prévia de artigos encaminhados para a revista, no controle de Plágio e Auto Plagio em várias bases e também na distribuição dos artigos entre os pareceristas ( método double blind peer review). O editor científico deve ter uma postura ativa nos trabalhos do Comitê Científico e na articulação de ações do Conselho Editorial. Um fluxograma das atividades do processo de editoração científica está explicitado na plataforma OJS, no item “Sobre/Sobre o Sistema de Publicação Eletrônica de Revistas”. Email Interdisciplinar

Conduta Editorial

Código de Conduta Editorial

 

Política de Ética em Publicações e Declaração de Procedimentos Impróprios em Publicações.

Este Periódico de Open Acess na área de Educação, Ensino, Interdisciplinar, Letras e Ciências Sociais. (Revista) tem o compromisso com a ética e qualidade de suas publicações. Padrões de comportamento ético são almejados por todas as partes – atores- envolvidas na publicação em nossa revista como o autor, o editor da revista, os revisores, avaliadores ad hoc, membros do conselho científico e editorial. Entre práticas não aceitáveis pela revista é a do Plágio e auto plágio, mudanças somente de títulos em artigos anteriormente publicados, Declarações fraudulentas ou intencionalmente imprecisas e outras práticas não desejáveis. 

Deveres dos Editores: 

• Decisão de publicação: O editor da revista é responsável por decidir quais dos artigos submetidos à revista devem ser publicados, após a decisão dos avaliadores que são escolhidos pelo método double blind review e ocasionalmente pela arbitragem. O editor é guiado pelas políticas do conselho editorial da revista e em estrita observância aos requisitos legais em matéria de difamação, violação de direitos autorais e plágio. O editor pode consultar o conselho editorial ou colaboradores na tomada de decisões. O Conselho Editorial é constituído por representantes acadêmicos de diferentes instituições de ensino e pesquisa e diversas regiões do país e do exterior. Cabe também a cada membro do conselho editorial a função de ouvidor da comunidade científica atuante na área, garantindo a credibilidade acadêmica e a postura que se espera de uma revista científica.

• Regras Justas: O editor deve avaliar manuscritos no tocante ao seu conteúdo intelectual, sem distinção de raça, sexo, orientação sexual, crença religiosa, origem étnica, nacionalidade, ou a filosofia política dos autores e sem conflito de interesses. 

• Confidencialidade: O editor e qualquer equipe editorial não devem divulgar quaisquer informações sobre um manuscrito submetido a qualquer outra pessoa, com exceção do próprio autor, revisores, potenciais colaboradores, outros conselheiros editoriais, e do editor, conforme o caso. 

• Divulgação e Conflitos de interesse: O editor não deve usar informações que não tenham sido publicadas em sua própria investigação sem o consentimento expresso e por escrito do autor. O editor deve se abster de avaliar manuscritos nos quais tenha algum conflito de interesse resultante de relacionamentos competitivos ou colaborativos ou qualquer outro tipo de relacionamento ou conexões com qualquer um dos autores, empresas ou (possivelmente) instituições que estejam ligadas / conectadas aos artigos. O editor não caberá avaliar artigo de sua autoria, mesmo em co- autoria. O editor da revista poderá publicar artigos de sua lavra na presente revista, sem que passe por avaliação às cegas por seus pares, contanto que o mesmo artigo já tenha sido anteriormente publicado seja por meio impresso e ou digital, mas que já tenha passado por qualquer sistema de avaliação. Poderá também o editor convidar autor de alto reconhecimento técnico e acadêmico para escrever artigo como colaborador/convidado para a Forum Identidades.

• Participação e cooperação nas investigações: O editor deve tomar medidas de resposta razoáveis quando reclamações éticas foram apresentadas em relação a um manuscrito submetido ou artigo publicado. 

• Erros fundamentais em obras publicadas: Quando um autor descobre um erro significativo ou imprecisão na sua própria obra publicada, é obrigação do autor notificar imediatamente o editor da revista ou editora e cooperar com o editor para retratar ou corrigir o artigo. Através do email da revista. O editor deverá retirar qualquer artigo de publicação da revista, caso o autor assim o deseje e se manifeste, pelo email da revista – calmag@bol.com.br com no prazo de até 10 dias.

O editor poderá aceitar publicação de artigo não inédito contanto que no bojo do mesmo venha indicando a fonte de sua primeira publicação e a devida autorização do Publisher anterior, sobre tudo quando o artigo tenha sido publicado por meio impresso e comercial;

Deveres dos Revisores: 

• Contribuição para a decisão Editorial: A revisão por pares às cegas ajuda o editor na tomada de decisões editoriais e através das comunicações editoriais com o autor pode também auxiliar o mesmo no aperfeiçoamento do artigo. 

• Pontualidade: Qualquer árbitro selecionado que não se sente qualificado para avaliar a pesquisa relatada em um manuscrito ou sabe que a sua imediata revisão será impossível deve notificar o editor e desculpar-se do processo de revisão no prazo de até 15 ( quinze) dias. 

• Padrões de objetividade: Comentários devem ser conduzidos de forma objetiva e os avaliadores devem expressar suas opiniões claramente com argumentos de apoio de acordo com os formulários de avaliação que os mesmos recebem quando do envio às cegas do artigo para avaliar. Quando do envio da decisão editorial e caso o autor queira ter acesso ao formulário de avaliação, este será encaminhando, no entanto sem a identificação do avaliador, por questão de sigilo e ética.


Formulário de avaliação de trabalhos/artigos da Forum Identidades.

Avaliador:

Título do trabalho avaliado:

1- O título é expressivo do conteúdo do artigo? O resumo/abstract/resumen sintetiza adequadamente o texto? As palavras chaves utilizadas são precisas? O título e o resumo foram traduzidos para o inglês e espanhol de modo satisfatório? *

Sim – concordo totalmente ( )

Concordo parcialmente ( )

Discordo parcialmente ( )

Discordo Totalmente ( )

Justificar

6- O autor utilizou o(s) método(s) apropriado(s) aos objetivos do trabalho? *

Sim – concordo totalmente ( )

Concordo parcialmente ( )

Discordo parcialmente ( )

Discordo Totalmente ( )

Justificar

7- O artigo é preciso e utiliza a base teórica que adota com propriedade? As articulações teóricas são feitas de forma clara e consistente? O artigo representa temática atual? *

Sim – concordo totalmente ( )

Concordo parcialmente ( )

Discordo parcialmente ( )

Discordo Totalmente ( )

Justificar

8- A bibliografia utilizada mostra que o autor está familiarizado com as pesquisas relevantes sobre o assunto, com o estado da arte do tema? O artigo discute com propriedade a bibliografia mencionada? *

Sim – concordo totalmente ( )

Concordo parcialmente ( )

Discordo parcialmente ( )

Discordo Totalmente ( )

Justificar

9- O artigo tem relevância teórica? O texto conseguiria corresponder às expectativas de um leitor exigente e em busca de artigos de qualidade para sua atualização acadêmica? O artigo é inovador em sua área de estudo? Explicita pautas de pesquisa passíveis de desenvolvimento? *

Sim – concordo totalmente ( )

Concordo parcialmente ( )

Discordo parcialmente ( )

Discordo Totalmente ( )

Justificar

10- O artigo contém afirmações falsas ou incorretas sobre fatos, provas, evidências, fontes ou outras informações relevantes? *

Sim – concordo totalmente ( )

Concordo parcialmente ( )

Discordo parcialmente ( )

Discordo Totalmente ( )

Justificar

11- A temática do artigo é recorrente em publicações?

Sim – concordo totalmente ( ) 

Concordo parcialmente ( )

Discordo parcialmente ( ) 

Discordo Totalmente ( )

Justificar

Sugestões relacionadas ao título 

Sugestões para modificação do resumo/abstract/resumen e palavras-chaves/keyword/palabra clave. 

Sugestões relativas ao corpo do artigo (organização, ideias e linguagem). 

Citações bibliográficas incorretas. 

Sugestões bibliográficas. 

Recomendação final: *


O artigo deve ser rejeitado.

O artigo deve ser publicado se incorporar as modificações sugeridas.

O artigo deve ser publicado sem alterações

Aracaju, de 2018

 

Avaliador

• Reconhecimento da Fonte: Pares avaliadores devem identificar obras publicadas relevantes que não tenham sido citadas pelos autores. O revisor também deve chamar a atenção do editor sobre qualquer semelhança substancial ou sobreposição entre o manuscrito em questão e qualquer outro documento publicado de que tenham conhecimento pessoal.

Autor de vários artigos publicados na revista, que possa não estar no conselho científico e ou editorial, também poderá ser convidado a dar parecer sobre artigo submetido á publicação na revista. 

Deveres dos Autores: 

• Padrões de Relato: Autores de relatórios de pesquisas originais deverão apresentar um relato preciso do trabalho realizado, bem como uma análise objetiva de seu significado. Dados subjacentes devem ser apresentados com precisão no artigo. Um documento deve conter detalhes e referências suficientes para permitir que outros possam replicar o trabalho. Declarações fraudulentas ou intencionalmente imprecisas constituem um comportamento antiético e são inaceitáveis. 

• Originalidade e Plágio: Os autores devem garantir que suas obras sejam totalmente originais, e se os autores usaram o trabalho e / ou palavras de outros autores estas devem ter sido devidamente citadas ou cotadas. Plágio em todas as suas formas constitui um comportamento antiético de publicação e é inaceitável. 

• Publicações múltiplas, redundantes ou concorrentes: Um autor não deve, em geral, publicar manuscritos que descrevem essencialmente a mesma pesquisa em mais de uma revista ou publicação primária. Submeter o mesmo manuscrito a mais de uma revista simultaneamente e / ou publicar o mesmo artigo em diferentes revistas constituem um comportamento antiético de publicação e é inaceitável. 

• Reconhecimento de Fontes: Reconhecimento adequado do trabalho dos outros deve ser feito sempre. Os autores devem citar as publicações que têm sido influente na determinação da natureza do trabalho relatado. As informações obtidas em caráter privado, como na conversa, correspondência, ou discussão com terceiros, não devem ser utilizados ou relatados sem permissão explícita e por escrito da fonte. As informações obtidas no curso de serviços confidenciais, como manuscritos de arbitragem ou pedidos de subvenção, não devem ser utilizados sem a autorização explícita e por escrito do autor do trabalho envolvido nesses serviços. 

• Autoria do Artigo: A autoria deve ser limitada a aqueles que fizeram uma contribuição significativa para a concepção, projeto, execução ou interpretação do estudo relatado. Todos aqueles que fizeram contribuições significativas devem ser listados como coautores. Outros que tenham participado em certos aspectos substantivos do projeto de pesquisa também devem ser reconhecidos ou listados como contribuidores. O autor deve se assegurar que todos os coautores adequados e nenhum inadequado sejam incluídos no artigo, e que todos os coautores viram e aprovaram a versão final do documento e concordaram em sua apresentação para publicação. 


• Divulgação e Conflitos de Interesses: Todos os autores devem divulgar em seus manuscritos qualquer conflito de interesse financeiro ou substantivo / material que poderiam levar a influenciar os resultados ou a interpretações em seus manuscritos.. Todas as fontes de apoio financeiro para o projeto devem ser divulgadas. 

Deveres do Publisher 

A obtenção de verbas de publicidade, reimpressão ou outra receita comercial não gerará qualquer impacto ou influência sobre as decisões editoriais do editor pois um dos objetivos científicos da revista é a ampla divulgação do conhecimento.

Como a revista utiliza o sistema do Doi – CrossCheck - (software da CrossRef para identificação de plágio) a prática não aceitável do plágio não é aceita.

O editor divulga os artigos da revista em mídias sociais, em vários grupos destas mídias. O editor mantém página específica da revista no facebook, com o objetivo da maior divulgação do conhecimento produzido nos artigos publicados. O editor faz monitoramento de artigos especializados em Educação, Ensino, Interdisciplinar, Letras e Ciências Sociais publicados em várias revistas nacionais e ou estrangeiras.

Taxa de processamento de textos

Nenhuma taxa é cobrada dos autores para fins de processamento e publicação dos artigos.

A Interdisciplinar tem a função social também de publicar artigos oriundos dos países em desenvolvimento sem nenhum custo para o autor.

 

 

Indexação

Livre, Diadorim, Actualidad Iberoamericana, OASIS BR, Latin Rev, Sumarios.org,  Latindex, Clarivate. Creative Commons.